Empregadas negras: O prazer de se sujar (com negras faveladas)



Muitos homens brancos contratam negras para trabalharem em suas casas. De onde vem essa preferência? A resposta achamos no sociólogo Gilberto Freyre:

Muitos homens tem um prazer de se sujar mesmo. Eles poderiam ter mulheres lindas, de alto nível social, mas eles preferem meninas faveladas, prostitutas de ínfima categoria, e até meninas de rua. Justamente por isso preferem eles gostam de empregadas negras. A cor negra de sua pele sugere sujeira e selvageria, e promete calor e submissão. Tradicionalmente negras são mais pobres do que as brancas. Prostitutas negras são bem mais baratas do que as prostitutas brancas, e por isso o clichê que negras são mais reles e vis do que as brancas.

Mas isso não é uma discriminação, mas vira uma vantagem no mercado de trabalho quando um patrão procura justamente esse perfil.


















































Em uma casinha de favela um rapaz abre a xaninha de sua prima para mostrar as vantagens dela para um homem interessado em ter uma empregada negra e jovem.
Em casos de dúvidas o futuro patrão investiga a jovem antes de contratá-la. Não deve contratas meninas com pústulas, verrugas ou secreções na vagina.



Em casa do novo patrão a negra tem que tomar primeiramente um banho, embora que muitas faveladas sejam muito mais limpas do que se imagina.



Em casa a negra deve trabalhar sempre sem calcinha, e se o patrão fazer um estalo com os dedos ela deve tirar a roupa e mostrar a bucetinha com as pernas bem abertas. Tão prontidão impressiona os visitantes e deixa a empregada em boa lembrança de ser uma menina boa, obediente e limpinha.


Nenhum comentário:

Postar um comentário